Conheça Ham, um chimpanzé astronauta. O primeiro de sua espécie lançado no espaço sideral em 1961. - 21 Aug 2018
Ham, foi o primeiro Chimpanzé lançado no espaço sideral. Ele foi o escolhido entre mais de 40 indivíduos para uma missão especial a bordo da nave Mercury Redstone.

Você já deve ter ouvido falar que vários animais já foram ao espaço. O primeiro ser vivo a orbitar a Terra foi uma cadela soviética, conhecida como Crespinha, a bordo do satélite Sputnik 2, lançado em 3 de novembro de 1957. Depois dela diversos cachorros e chimpanzés, principalmente, seguiram o mesmo caminho. Alguns não sobreviveram ao retorno à Terra. Outros já deram mais sorte. O objetivo principal era saber como o homem iria suportar essas viagens ao espaço.

No dia 31 de janeiro de 2018 comemoramos os 57 anos do lançamento da nave norte-americana Mercury-Redstone 2, que levou um chimpanzé a bordo. O nome dele era Ham. Foi o penúltimo teste com animais antes do primeiro norte-americano subir ao espaço. Ham foi escolhido entre os seis chimpanzés que foram treinados em simuladores por três semanas. Seu bom humor e sua energia foram decisivos para a sua escolha. Porém, o voo não foi tranquilo, passando por vários problemas.

Em um primeiro momento, o voo da Mercury Redstone deveria alcançar 185 quilômetros de altura a uma velocidade de 7.081 quilômetros por hora, mas um problema técnico levou a nave a uma altura de 253 quilômetros de altura, e a uma velocidade de 9.426 quilômetros por hora.

Durante a viagem que durou 16 minutos e meio, o macaco Ham ficou 6 minutos e 30 segundos fora da ação da gravidade terrestre, e voltou à terra logo em seguida, descendo no Oceano Atlântico, a 95 quilômetros do barco que faria o resgate.

Um exame médico realizado mostrou que, apesar de desidratado e cansado, Ham apresentava um bom estado de saúde. Ham cumpriu sua missão e voltou são e salvo. Quando o encontraram, Ham estava bem e aceitou sua recompensa imediatamente: uma maçã e metade de uma laranja.

\\

Ham, foi um chimpanzé camaronês que atingiu o posto de primeiro hominídeo lançado ao espaço sideral. Seu nome é o acrônimo de Holloman Aerospace Medical Center, o nome do laboratório que o preparou para missão da qual participou, localizado na Base Aérea de Holloman, Novo México.

Nascido em Julho de 1956, nos Camarões, Ham foi capturado por caçadores e transportado para Miami, onde foi adquirido pela Força Aérea dos Estados Unidos e levado para a Base Aérea de Holloman. Na base, havia cerca de quarenta chimpanzés candidatos a astronautas. Após os testes, o número passou para dezoito e depois para seis. Ham estava entre os seis selecionados, sendo conhecido oficialmente como Nº 65 até o seu retorno da missão.

Após seu primeiro voo, Ham viveu 17 anos no Zoológico Nacional, em Washington, vindo a falecer naturalmente em 19 de janeiro de 1983, aos 27 anos. Após sua morte em 1983, o corpo de Ham foi entregue ao Instituto de Patologia das Forças Armadas para necropsia. Após a necropsia, o plano era tê-lo empalhado para ser colocado em exposição no Smithsonian, como os cães espaciais soviéticos Belka e Strelka. No entanto, este plano foi abandonado depois de uma reação pública negativa.

Os restos mortais de Ham, menos o esqueleto, foram sepultados no Internacional Space Hall of Fame em Alamogordo, Novo México.

Fonte: Estação Criança - Planetário do Rio e Wikipedia
Edição: Luis Guilherme Haun, Astrônomo da Fundação Planetário da Cidade do Rio
Complemento: Denner Gouveia
Licenciamento: CREATIVE COMMONS - CC BY 3.0

Obrigado Pela Sua Visita!
.:Rádio Cosmopolitana:.